quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Como prometido, venho dizer que esse homem se chamava Arthur Schopenhauer, de nacionalidade alemã e era considerado, desde muito novo, um jovem filósofo. Teve uma infância de lamentar, pois o pai suicidou-se quando Arthur tinha 17 anos e a mãe levava vida de libertina. Por tudo isto, perdeu o respeito e a confiança nos outros homens. Tinha nervos, era triste, muito desconfiado e odiava as mulheres. Ele escrevia e sentia felicidade nisso. A sua vida foi muito solitária, sem família, mas, não se pode dizer que tivesse sido infeliz. Tinha um único companheiro, de quem gostava muito: um cãozinho. Como era muito inteligente, do pouco fez muito e conseguiu viver sem dificuldades financeiras.

maqira

3 comentários:

Coxi disse...

Incrivel..fewnomenal.. :)))

XT moveis e acessorios artesanais disse...

BOLAS, ESTOU FINALMENTE A CONHECER-TE PARABENS ... GRAÇA PAZ

maqira disse...

Muito obrigada mas, quem sou eu para receber umas palavras tão bondosas.

maqira

10.02.06