quinta-feira, janeiro 03, 2008

Os meus simples poemas

Pequenos Poemas meus,
andais esquecidos, perdidos...
que falta me fazeis.
Por onde andas tu
inspiração minha que me abandonaste?

Alguém a encontrou,
por aí,
vagueando,
perdida,
esquecida
que me pertence,
que me faz falta!
Como vivo, sem ela?

Sinto-me vazia,
fria,
sem o seu calor.
Vem ter comigo de novo,
dar-te-ei o meu carinho
as minhas carícias,
o meu amor.

Espero-te com ansiedade,
quero-te para me expressar,
me esvaziar, me consolar...
escrever o que tenho para dizer
e depois me comover ao ler
o que meus ouvidos gostam de ouvir.

Adelaide/Maqira

1 comentário:

xt disse...

lindoo e comovedor!!